sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Edu Falaschi: "não estou mais apto a cantar tão agudo"





O vocalista da lendária banda brasileira Angra, Edu Falaschi, decidiu deixar o posto de vocalista para tratar de sua saúde vocal. 

Em uma carta enviada à imprensa, Falaschi conta sobre as dificuldades de substituir André Matos no Angra e também sobre as críticas que o antigiram sobre a apresentação no Palco Sunset no Rock in Rio.

Fonte: Wildchild

Scorpions: veja capa de novo álbum de regravações




Essa é a capa de Comeblack, novo álbum do Scorpions. O trabalho trará grandes clássicos do grupo regravados pela formação atual. Ele estará disponível via Sony Music a partir do dia 4 de novembro em CD e vinil duplo.
Matéria original: Blog Van do Halen

Rock in Rio: show do Metallica disponível no youtube




O show da lendária banda Metallica realizado no último domingo, dia 25, no festival do Rock in Rio já está disponível na íntegra no canal do youtube.

A apresentação, que durou mais de duas horas, é considerada uma das melhores desta edição do festival cuja transmissão ao vivo foi recorde de acessos no youtube. 

Clique aqui para conferir a apresentação na íntegra.



Fenômeno meteorológico cria arco-íris em torno do Sol em Brasília


Um fenômeno ótico formou um anel com as cores do arco-íris ao redor do Sol por volta do meio-dia desta sexta-feira (30) em Brasília. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno conhecido como halo é formado pelo reflexo do Sol em cristais de gelo.
Círculo em torno do Sol visto em Brasília no final da manhã desta sexta-feira (30) (Foto: Fausto Carneiro/G1)Círculo em torno do Sol visto em Brasília no final da manhã desta sexta-feira (30) (Foto: Fausto Carneiro/G1)
“É um fenômeno meteorológico provocado por finíssimas luzes de cristais de gelo que ficam dentro das nuvens e são rebatidas pelo Sol”, disse o meteorologista do Inmet Manuel Rangel.

Segundo ele, os cristais de gelo são comuns nas nuvens mais finas e transparentes e o fenômeno não é incomum. “Não temos números sobre a frequência com que acontecem, mas é comum”, afirmou Rangel.

Segundo o meteorologista, a duração do halo é variável, podendo permanecer por até uma hora no céu.

Fonte: G1

Review: Dimmu Borgir – Abrahadabra


Banda: Dimmu Borgir
Álbum: “Abrahadabra”
Selo: Nuclear Blast
Ano: 2010
Website: www.myspace.com/dimmuborgir


Bombástico. Se tivesse que resumir esse novo álbum dos noruegueses do Dimmu Borgir, certamente essa seria a palavra. O fato é que após a saída do tecladista Mustis e do baixista ICS Vortex, aumentaram e muito as expectativas para este álbum. Na opinião de quem vos escreve, essa expectativa foi alcançada com êxito e diria com sobras. Após uma belíssima introdução, temos a primeira faixa do disco, chamada “Born Treacherous” e que brilhantemente coloca o extremismo e a beleza das orquestrações lado a lado. A seguir, temos a faixa “Gateways”, liberada antecipadamente como single. A diferença aqui é a vocalista convidada, Agnete Kjølsrud, que faz uma participação, eu diria, inusitada. As faixas seguintes “Chess With The Abyss”, “Dimmu Borgir” e “Ritualist” mantêm o excelente padrão e pegada, deixando a audição cada vez mais interessante. Logo após essa sequência de tirar o fôlego, temos a “The Demiurge Molecule” que é uma das melhores na minha opinião. Consegue unir com maestria todos os elementos que caracterizaram o Dimmu Borgir como uma grande banda. Para finalizar temos as ótimas faixas “A Jewel Traced Through Coal”, “Renewal”, e fechando com chave de ouro, “Endings And Continuations”, uma espécie de volta ao início do álbum. Não podemos esquecer de mencionar a incrível arte da capa criada pelo artista Joachim Luetke. O disco todo é recheado de passagens orquestradas, épicas e sinfônicas, viradas incessantes de bateria, guitarras e baixo bem trabalhados e o vocal inconfundível de Sagrath, que apesar da utilização de efeitos na voz, não tira o brilho do belo trabalho aqui apresentado. De Black Metal mesmo, o Dimmu Borgir mantém somente a temática das letras, as vestimentas e pinturas faciais. A banda toma um novo rumo em sua sonoridade e cria uma nova vertente para o estilo. Se o futuro do Black Metal caminha pra esse lado, é nele que quero seguir. E você?
Tracklist:
01. Xibir
02. Born Treacherous
03. Gateways
04. Chess With The Abyss
05. Dimmu Borgir
06. Ritualist
07. The Demiurge Molecule
08. A Jewel Traced Through Coal
09. Renewal
10. Endings And Continuations
11. Gateways (Orchestral) (Bonus Track)
12. Perfect Strangers (Deep Purple cover) (Bonus Track)
Fonte: Hell Divine

BLAZE BAYLEY: Promoção na loja oficial



Promoção na loja oficial/Web Shop do BLAZE BAYLEY:
The Man Who Would not Die CD + Promise and Terror CD + The Night That Will Not Die DVD - todos autografados pelo próprio MESSIAH por £30.
Ficou interessado pelo pacote? CLIQUE AQUI

E segue também um video de mais uma apresentação do BLAZE na Polônia e com o público polonês se redimindo!Afinal todo mundo lembra do DVD live in Poland que tem um público morto!


Fonte: IRON MAIDEN BRASIL

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Rock in Rio: show do Metallica é recorde de transmissões do youtube




No último dia 25, domingo, a lendária banda norte-americana de Thrash Metal, Metallica, se apresentou encerrando a noite do Metal no festival Rock in Rio, a qual foi o recorde de transmissões do youtube. 

Segundo a acessoria, no primeiro fim de semana do festival, o canal oficial do Rock In Rio atingiu,a marca de 3 milhões de visitas, tendo visitas internautas de mais de 200 países acompanharam a transmissão. 

Os shows mais visitados foram os do Metallica, Red Hot Chili Peppers e Katy Perry, entretanto o pico de audiência ocorreu no show do Metallica, que registrou um recorde frente a todo o histórico de transmissões do youtube.

A banda ainda foi “trending topics”, assuntos mais comentados, no twitter em nove países: Brasil, Estados Unidos, México, Perú, Colômbia, Argentina, Equador, Venezuela e Chile.

Fonte: WildChild

FERROCK 2011


Sábado e domingo, dias 22 e 23 de outubro, a partir das 14h, na Praça da Administração de Ceilândia. 

Festival com 22 atrações em dois dias. 

Dia 22/10

Sepultura (MG), 
Dependência Pulmonar, 
Darshan, 
In the Shadows (GO), 
Trampa, 
Grupo Pellinsky, 
Hellfire Club (RO), 
Brazilian Blues Band, 
Discórdia (AC), 
Minibox Lunar (AP), 
Veludo Branco (RR) e 
Terror Revolucionário. 

Dia 23/10 

Zé Ramalho, 
Acid Speech, 
Rebel Shot Party, 
Mass Exection (ES), 
Restos de Feira (SP), 
Boi-Bumbá do Amazonas, 
Mata Burro (TO), 
Brutal Exuberância (AM),
 Delinquentes (PA) e 
DFC. Acesso livre.


NOTA: 
Programação Ferrock 2011




     Recentemente foi divulgado um folder com a programação do Ferrock 2011. Este folder era somente uma proposta para um possível patrocinador, sendo que não estão definidos ainda os headlines do festival. A equipe do Ferrock pede desculpas pelo vazamento da informação. Aguardem nos próximos dias a divulgação oficial do evento neste site e em outros meios de comunicação. Siga o Ferrock pelo twitter @FerrockFestival.



Fontes: não confirmadas

Luto: morre Redson, vocalista da banda Cólera


Morreu na madrugada dessa terça feira (27/09), por volta das 00h30, foi informada a morte do vocal e guitarra do CóleraRedson, após sofrer uma parada cardio-respiratória. A informação foi dada pelo baixista da bandaVal Pinheiro, via Orkut.
Cólera foi um dos primeiros grupos brasileiros de punk rock. Formado em São Paulo em 1979 pelos irmãos Edson "Redson" Lopes Pozzi  e Carlos "Pierre" Lopes Pozzi,  Cólera se tornaria uma das bandas de maior longevidade no cenário punk brasileiro.
Em 1987, Cólera foi a primeira banda de punk rock do Brasil a excursionar pela Europa, num circuito alternativo, pelo underground punk europeu. Em 2009 deram início a turnê 30 Anos Sem Parar! pelo Brasil, comemorando os 30 anos de banda.



Fonte: Blog dos Feras

Bruce Dickinson: nova promessa do filho com Rise to Remain


A banda de Metalcore Londrina RISE TO REMAIN que conta nos vocais com Austin Dickinson, filho de Bruce Dickinson do IRON MAIDEN,lançou a poucos dias o seu debut-CD, "City Of Vultures" contendo 12 músicas, que foi gravado em 2010 no Tree House Studios em Chesterfield com Carl Bown (FIGHTSTAR, TRIVIUM) e Richardson Colin (SLIPKNOT, BULLET FOR MY VALENTINE, MACHINE HEAD).
As semelhanças entre Austin e Bruce são apenas físicas:

Pois o RISE TO REMAIN conta com forte influência de Metalcore, os vocais são extremamente diferente entre os dois. Austin alterna vocais guturais e rasgados com vocais limpos, porém o gutural fica em destaque. O filho prodígio de Bruce tem talento e a banda é uma nova promessa do metal da atualidade.

Confira o vídeo de "The Serpent", do álbum de estréia "City Of Vultures"

Fonte desta matéria: Rota do Rock

Paul Di 'Anno & Scelerata: começa amanhã a “RUNNING FREE AGAIN BRAZILIAN TOUR 2011”


Começa agora, dia 30/09 em Porto Alegre, a Tour da Banda Gaúcha SCELERATA com o Paul Di’Anno mais conhecido como “homem de ferro”, que inclusive já está em Porto Alegre e que estava nesta quarta-feira saboreando a famosa picanha gaúcha.
Scelerata foi formada no final de 2000 e hoje conta com Fabio Juan (vocal), Magnus Wichmann e Renato Osório (guitarras), Gustavo Strapazon (baixo) e Francis Cassol (bateria). Finalizaram as gravações de seu novo álbum, e podem aguardar que está quase chegando.
Paul Di’Anno, que dispensa apresentações, ex-vocalista do Iron Maiden, em tour pelo Brasil mais uma vez tocará clássicos dos álbuns “Iron Maiden” e “Killers” e também músicas da banda Battlezone.

Show de Porto Alegre:

Quando: 30/09/2011
Onde: Beco – Av.Independência, 936 – Porto Alegre/RS
Informações: www.abstratti.com.br


E tem mais!! Confira as datas da “Running Free Again Brazilian Tour 2011”

01/10 - (sábado) - Caxias do Sul (RS)
02/10 - (domingo) - Torres (RS)
06/10 - (quinta-feira) - Goiânia (GO)
07/10 - (sexta-feira) - Presidente Prudente (SP)
08/10 - (sábado) - Itapira (SP)
09/10 - (domingo) - São Paulo (SP)
11/10 - (terça-feira) - Santo André (SP)
14/10 - (sexta-feira) - Jundiaí (SP)
15/10 - (sábado) - João Pessoa (PB)


Fonte: http://www.wargodspress.com/

EDU FALASCHI: pronunciamento oficial para a imprensa


Segue carta aberta do vocalista das bandas Angra e AlmahEDU FALASCHI, para a imprensa mundial.

“Caros amigos,
Finalmente, eu gostaria de esclarecer alguns fatos em relação a minha voz com toda a sinceridade, humildade e integridade que eu possa ter.

Por mais de 20 anos eu trabalhei sem um dia de descanso dentro do Heavy Metal, do qual todos sabem do grau de dificuldade e das exigências técnicas do estilo. Ao entrar no Angra tive ainda que me adequar a uma forma de cantar particularmente aguda e totalmente fora da minha tessitura, e da grande maioria dos cantores! Na época, assumi a bronca e encarei toda a pressão. Porém, há 10 anos era bem mais fácil devido ao fator físico, empolgação e idade. Fui ano após ano sentindo, progressivamente, as dificuldades de se cantar algo tão agudo e fora da minha característica natural. Lutei até o fim! Fiz o possível e o impossível para continuar a cantar bem as músicas do Angra, principalmente as mais antigas, sempre em tons altos, pois o público do Metal Melódico sempre "exigiu" isso de nós cantores. Mas infelizmente, hoje, mais velho e mais experiente, devo assumir que não estou mais apto a cantar tão agudo. 
Estou extremamente cansado e sentindo o peso de tudo isso na minha própria voz, inclusive na região que sempre foi o meu forte! Sou um cantor barítono que domina a região dos médios, graves, drives e o canto com voz de peito com conotação mais agressiva, assim como eu fazia no Symbols e faço no Almah atualmente. Conquistei muitas coisas e construí grande parte da minha história vitoriosa com meu próprio perfil, que é o meu forte!

Enfim, tomei uma decisão, pensando única e exclusivamente na saúde da minha voz e na integridade da minha carreira, que construí com tanta luta e dedicação. Após cumprir todas as atividades de divulgação do “Motion”, pré-agendadas até o fim do ano, vou parar por tempo indeterminado para finalmente descansar, e poder tratar definitivamente da minha saúde. Mas devo já salientar que, a partir de hoje, só vou cantar o que estiver dentro da minha tessitura natural, seja no Angra ou em qualquer outra banda, para o meu próprio bem! Quero voltar a ser o que eu realmente sou, em vez de ser o que as pessoas desejam que eu seja! Nesse meio tempo, vou seguir com minhas atividades como produtor e compositor, que são coisas que amo fazer, e que não atrapalharão em nada o progresso da minha recuperação.
Muito obrigado do fundo do meu coração a todos os fãs que sempre me apoiaram e incondicionalmente me defendem! Farei sempre o meu melhor cantando e compondo por vocês e pela boa música, com toda minha verdade e emoção! Eis o primeiro passo de uma nova fase na minha vida! Tenho confiança no futuro, e serei sempre um apaixonado pelo estilo musical mais foda do mundo, o Heavy Metal!”

EDU FALASCHI


Enviado por Ms Metal Press

1ªed XTREME METAL FEST!



A parceria entre as bandas Rising e Podrera traz um novo festival, o Xtreme Metal Fest!

Venha curtir o peso e a qualidade das bandas PodreraRising e dos convidados Silent Raze, banda que já tocou em grandes eventos como o Marreco's Fest e o Porão do Rock!

Local: Blues Pub
Data: 01/10/2011
Horário: A partir de 20h
Entradas a R$5,00

#---#



Mais informações: 

(61) 8479-0362 - Angélica
(61) 9618-3422 - Mari

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Aerosmith: novo álbum sairá em março do próximo ano


Os últimos dois anos foram turbulentos para o AEROSMITH, mas agora, Steven Tyler disse à Rolling Stone que o novo álbum está quase pronto.
"Dois meses fazendo isso e nós estamos quase lá", Tyler disse nos bastidores do festival iHeartRadio em Las Vegas neste fim de semana. "Nós vamos passar mais um mês em L.A". Existe uma data de lançamento em mente? "Março, eu espero".
O vocalista estava de ótimo humor, e por que não deveria? Ele tinha acabado de "ensinar" um público de 20.000 fãs sobre a história do rock com a ajuda do deus da guitarra, Jeff Beck. Os dois soaram tão bem juntos em canções como "You Really Got Me" e Sly and the Family Stone em "You Really Got Me" e a música do Sly & The Family Stone "Thank You (Falettinme Be Mice Elf Agin)", que foi uma pena por apresentarem apenas quatro músicas.
Fonte desta matéria (em inglês): rollingstone.com

Megadeth: Gigantour terá Motorhead, Volbeat e Lacuna Coil



O MEGADETH  tem a satisfação de reabrir pela primeira vez desde 2008 seu festival aclamado pela crítica Gigantour. O evento multi-artístico – com pesos pesados do metal como MOTÖRHEAD, VOLBEAT e LACUNA COIL, todos pessoalmente selecionados pelo mainman do MEGADETH Dave Mustaine — dará o pontapé inicial no início de 2012 com datas previstas para o fim de janeiro até o início de março.
Concebido em 2005, a Gigantour — proclamada "a mãe de todos os festivais de arrebentar" pela revista Revolver ressuscitou o foco do metal no estrelato musical.
A terceira edição da Gigantour na América do Norte abriu oficialmente em 12 de abril de 2008 em Denver, Colorado encabeceada pelo MEGADETH, pela banda de metal sueca IN FLAMES, a finlandesa CHILDREN OF BODOM, os artistas do Arizona JOB FOR A COWBOY e o heavy power trio de Oakland, Califórnia HIGH ON FIRE. A jornada de 29 datas atravessou a América do Norte e se encerrou em 22 de maio de 2008 em Phoenix, Arizona.
O DVD e CD "Gigantour 2", que contém imagens da segunda edição da Gigantour, veio em 22 de abril de 2008 via Image Entertainment.
O MEGADETH gravou um vídeo em 17 de setembro em Santa Clarita, Califórnia para o novo single da banda "Public Enemy No. 1". O clipe foi filmado em um set de filmagens onde filmes antigos de faroeste são filmados. O baixista David Ellefson declara em uma mensagem de vídeo: "Nunca gravamos um vídeo assim antes; há animais de verdade no filme e isso é tudo que podemos dizer".
"Public Enemy No. 1" foi lançada digitalmente semana passada via iTunes. A canção vem do novo álbum do novo álbum do MEGADETH, "TH1RT3EN", que tem lançamento previsto para 1º de novembro Roadrunner Records. O CD foi gravado no estúdio Vic's Garage de MEGADETH Dave Mustaine em San Marcos, Califórnia com o produtor Johnny K (nome completo: John Karkazis), que já trabalhou com DISTURBED, SEVENDUST,MACHINE HEAD e STAIND, dentre outros. A arte da capa foi mais uma vez criada pelo artista John Lorenzi, que trabalhou nos dois últimos álbuns de estúdio do MEGADETH, "United Abominations" de 2007 e "Endgame" de 2009, bem como no box set da banda de 2007, "Warchest".
"TH1RT3EN" marca o retorno às gravações do baixista David Ellefson fez parte da formação clássica da banda de 1983 a 2002. Numa atitude que foi o deleite dos fãs da banda, Ellefson voltou a se apresentar ao vivo com o MEGADETH no início de 2010 e permaneceu no palco desde então. Essa é a primeira vez que Ellefson toca num disco do MEGADETH desde o "Rude Awakening" de 2002.
Fonte desta matéria (em inglês): Blabbermouth.net

ANGRA: grupo se pronuncia sobre participação no Rock in Rio


A banda ANGRA foi uma das atrações brasileiras da edição 2011 do festival Rock in Rio, se apresentando no dia dedicado ao Heavy Metal, no último 25 de setembro.
O grupo soltou um depoimento oficial sobre sua participação no evento, evidenciando seus 20 anos de carreira celebrados com o final da turnê do álbum “Aqua”, em plena Cidade do Rock.

"Uma tarde que será lembrada para sempre!

No último domingo, dia 25 de setembro, celebramos os 20 anos de carreira do ANGRA com um show inesquecível no Rock in Rio 2011. Um momento que será memorável para todos nós. Não só pelo glamour, pela honra de participar de um dos maiores eventos musicais do mundo, ou pela nossa performance (que realmente não foi boa), mas pela evidente dificuldade de ser uma banda de Heavy Metal no Brasil. Diante de um público presente de cerca de 60.000 pessoas nas bilheterias da Cidade do Rock e sendo televisionado em rede nacional para milhões, nós do ANGRA tivemos as vísceras expostas numa luta heróica de 60 minutos contra problemas técnicos no palco e na transmissão para a TV e internet, que não estavam ao nosso alcance resolver.

Não perdemos a moral por que sabemos o que representamos. E que não recuamos com o nosso propósito diante das microfonias, das quedas de sistema de amplificação, das falhas das equipes de apoio, ausência de retorno no palco e in-ears, etc. Isto prejudicou muito a nossa apresentação, mas não diminui o honra de estar lá e de representar o Metal no seu dia no Rock in Rio.

Chegamos aos 20 anos de banda orgulhosos de nossa história - cheia de altos e baixos - com uma enorme coleção de vitórias para o Metal nacional. Ajudamos a abrir portas para novas bandas serem respeitadas no exterior. Mostramos que os brasileiros são cheios de potencial e talento. Enfrentamos várias modas que vieram e se foram: o grunge, o Indi, o Emo, Nu-Metal, “new-isto” e “pós-aquilo”. Estilos que nem existiam quando começamos. Ficaremos felizes em saber que contribuímos para que as futuras gerações de bandas “penem” menos do que nós.

Foi uma realização poder mostrar para o grande público um pouco do que é o Metal nacional hoje no Brasil, juntamente com os gigantes Sepultura e Korzus. Enchemos o palco Sunset mostrando o quanto somos respeitados e amados. Ficou evidente nossa constante guerra contra as adversidades e como não nos abalamos nos momentos difíceis. O ANGRA, depois de 20 anos, é conhecido mundialmente com turnês que viajam por todos os continentes e, no entanto, ainda é subestimado pela grande mídia e por alguns grandes empresários. A falta de apoio impede que possamos ampliar nossa estrutura, mas o amor pela música é o que continua nos movendo acima de tudo. Somos como uma grande banda de garagem, com estrutura familiar e paixão pelo que fazemos.  

O Rock in Rio promete ser bienal agora, e o ANGRA ajudou a mostrar aos promotores do evento que o Heavy Metal é mais do que indispensável em todas suas edições, pois os fãs são fiéis e realmente dão total apoio aos seus ídolos em todos os momentos!

Queremos agradecer ao convite e a oportunidade de participar do Rock in Rio 2011 que, desde 1985, alimenta em cada um de nós o sonho de fazer da música nosso caminho, nossas carreiras. O Rock in Rio transformou o Brasil numa parada obrigatória para os maiores artistas nacionais e internacionais. Muito obrigado a todos que contribuíram e trabalharam para que este sonho fosse possível. O Medina, a Monika Cavalera, o Ricardo Martins, a Tarja Turunen, Amon Lima, toda a nossa equipe, etc.

Porém, mais importante do que todos estes, agradecemos aos fãs que souberam relevar as dificuldades que sofremos durante nossa fatídica apresentação e conseguiram sentir a raça e o comprometimento que nos envolve em cada um destes momentos. Agradecemos profundamente a todos aqueles que sabem que somos humanos e não esperam que sejamos semi-deuses perfeitos em um Olimpo inatingível. Muito obrigado àqueles que sabem que estes mitos não existem e nos percebem de maneira realista, de carne e osso, e ainda assim nos apoiam e nos amam.

Muito obrigado!”

Eduardo Falaschi, Rafael Bittencourt, Kiko Loureiro, Felipe Andreoli e Ricardo Confessori

Enviado por Ms Metal Press 

terça-feira, 27 de setembro de 2011

KRISIUN: Grupo apresenta nova faixa ao vivo com participação de João Gordo, vídeo disponível




O vocalista João Gordo da banda Ratos de Porão subiu ao palco com o Krisiun durante o Kool Metal Fest que aconteceu no último sábado (24 de setembro) em São Paulo. 
Krisiun e João gordo executaram uma nova música do Krisiun, "A Sexta Extinção em Massa", que foi filmada e disponibilizada no YouTube por um fã.

Assista o vídeo de  "A Sexta Extinção em Massa" aqui. 

"A Sexta Extinção em Massa" faz parte do novo álbum do Krisiun, "The Great Execution", que será lançado em 1º de novembro. 
Segundo o press relase da banda, este novo trabalho "eleva o nível, mostrando um número surpreendentemente alto de seções cadenciadas que fazem as erupções de velocidade (obviamente ainda dominante) parecerem ainda mais extremas e brutais".

Desta vez o Krisiun usou apenas equipamentos e instrumentos analógicos para evitar o som comprimido que tantos músicos produzem hoje em dia. Esta decisão inteligente resultou em um som mais orgânico, com músicas calorosas e cruas ao mesmo tempo, características que são perdidas durante a produção digital.

“Tivemos a preocupação de que, dessa vez, a composição fosse mais variada - tanto no que diz respeito ao andamento como os arranjos", Max responde sobre qual a maior diferença entre o novo trabalho e os anteriores. "Ainda somos uma banda que toca rápido, mas alternar a velocidade com cadência definitivamente funcionou nesse disco. Todos os que ouviram dizem o mesmo". 
Mas essa modificação no som não aconteceu por conta de pressão, como Max reforça: "Tudo o que fazemos vem do coração. Essa é a forma como a banda trabalha".


O grupo trabalhou com o produtor Andy Classen no Stage One Studio, Alemanha, o que novamente foi a escolha certa: o álbum soa muito característico e natural, quebrando as frontediras do estilo mais uma vez.
Classen trabalhou anteriormente com o Krisiun nos álbuns "Conquerors Of Armageddon" (1999), "AssasiNation" (2005) e "Southern Storm" (2008).


A arte de capa foi criada pelo artista japonês Toshihiro Egawa que já trabalhou com várias bandas como Suicide Silence, Heaven Shall Burn, Devourment e Dying Fetus, entre outros.
"The Great Execution" estará disponível em uma versão limitada em formato vinil 180gramas e como download digital, incluindo a regravação da música "Black Force Domain" como bonus track.

Recentemente o Krisiun disponibilizou a nova música "The Potency To Will" no youtbue, ouça aqui.

Confira as próximas datas do Krisiun no Brasil:
08.10.11 Bar Pós Graduação - Vitória/ES
15.10.11 Brutal Fest - Goiânia/GO
01.11.11 Orion Club - Campinas/SP
06.11.11 Festival Do Sol - Natal/RN
Site oficial: Krisiun.com.br


Fonte: Arena Heavy

Angra e Tarja Turunen levam virtuosismo ao Palco Sunset


Encontro foi visto por um dos maiores públicos do Sunset no festival.
Repertório contou com cover de 'Wuthering heights', da cantora Kate Bush.

A banda de heavy metal melódico Angra e a ex-vocalista do grupo finlandês Nighwish deram um verdadeiro show de virtuosismo durante a apresentação conjunta no Palco Sunset, no fim da tarde deste domingo (23). Com músicas extensas e longos solos instrumentais, características marcantes do gênero, o encontro agradou em cheio aos fãs que lotam o palco no terceiro dia do festival.
O vocalista Edu Falaschi e a cantora Tarja Turunen durante show no Palco Sunset (Foto: Alexandre Durão/G1)O vocalista Edu Falaschi e a cantora Tarja Turunen durante show no Palco Sunset (Foto: Alexandre Durão/G1)
O show contou com sucessos do Angra, do idolatrado guitarrista Kiko Loureiro, como "Pegasus" e "Nothing to say", além de um cover de "Wuthering heights", da cantora Kate Bush, na voz de Tarja Turunen.
"É demais estar aqui. Não só por poder participar do Rock in Rio, mas também por podermos tocar com bandas amigas", disse o vocalista do Angra, Edu Falaschi, na primeira vez em que se dirigiu ao público.

Tarja também mostrou muita simpatia, e arriscou um português para delírio dos marmanjos que gritavam "Eu pego! Eu pego!", uma maneira um pouco mais direta de elogiar os atributos físicos da moça. "Boa tarde, Rio!", gritou Turunen.
Outro convidado especial foi o violinista Lucas Lima, que também fez bonito ao lado das guitarras em músicas como "Angels cry" e "Gate XIII".
Fonte: G1

Pink Floyd: o porco volta a sobrevoar Londres




A Battersea Power Station de Londres foi sobrevoada ontem por uma réplica do porco inflável que aparece na capa do álbum 'Animals' (1977) do Pink Floyd. Não é o porco original, porque esse, apesar de guardado há quase 35 anos, já não estava em condições de uso.
A ação serviu para assinalar o lançamento de uma caixa com os 14 álbuns de estúdio remasterizados e está disponível para compra desde ontem. Why Pink Floyd? é o nome deste trabalho, que inclui versões inéditas de clássicos como Dark Side Of The Moon e Wish You Were Here, e colaborações com outros artistas nunca antes lançadas.




A caixa de surpresas inclui ainda canções que foram gravadas há décadas, mas que nunca foram lançadas. A coleção tem também vídeos restaurados do concerto no Wembley Stadium, em 1974, e de parte da digressão do álbum The Dark Side of the Moon.


Gilmour e Waters: acordo, enfim

















O Pink Floyd reuniu-se em Janeiro deste ano para assinar novo contrato com a EMI, depois de muitos conflitos entre David Gilmour e Roger Waters e de uma disputa jurídica com a editora relacionada com a venda individual das músicas na internet.

Fonte: SOL






O Porco Fujão

Capa Verso e Frente do "Animals" (1977)
Capa Verso e Frente do "Animals" (1977)
Para promover o lançamento do "Animals" em 1977, o Pink Floyd mandou construir um artefato gigantesco em formato de um porco que, cheio de gás hélio, ficaria flutuando em volta da Battersea Power Station, uma usina elétrica instalada às margens do rio Tâmisa. Um batalhão de fotógrafos foi chamado para testemunhar e fotografar o lançamento do "balão" de hélio, que foi construído na Alemanha, pela Ballon Fabrik, a mesma companhia que fabricou os famosos Zeppelins. Essas fotografias seriam usadas na capa e no material promocional do novo álbum. No primeiro dia, talvez por falta de combustível, o porco metálico não saiu do chão. No segundo, ele não apenas voou mas se soltou do cabo que o prendia e passou a flutuar livremente pelo céu! O primeiro a dar sinal da visão insólita foi um piloto de um avião que deu testemunho de sua visão depois de descer no aeroporto de Heathrow. Foi dado o alarme aos aviadores que um porco cor-de-rosa, com mais de 40 pés estava flutuando sobre Londres! O contato do radar com o "OVNI" perdeu-se quando indicava que ele estava voando a 18 mil pés de altura em direção à Alemanha. Mas ele acabou descendo em terra ainda na Inglaterra, na cidade de Kent.(Whiplash)

Fonte: Blog dos Feras

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Metallica: fechando o Rock in Rio em grande estilo



Já era madrugada de domingo, e o cansaço começava a chegar, estava chegando ao final uma verdadeira overdose de heavy metal, mas faltava alguém, a banda principal, então o que falar do show de fechamento da primeira semana do Festival Rock in Rio? Simplesmente vimos uma das maiores bandas heavy metal de todos os tempos! O Metallica desfilou seus clássicos, numa noite perfeita. A banda abriu a noite com Creeping Death e For Whom The Bells Tolls, do álbum Ride The Lighting, com 100 mil pessoas enlouquecidas e cantando aos berros esses dois clássicos. Logo tivemos Fuel e Fade To Black. Nossa, como é bom ver uma banda totalmente entrosada, o Metallica voltou a ser o “velho” Metallica. Como não poderia ser diferente, Hetfield  lembrou do grande “Padrinho do metal”, Lemmy Kilmister do Motorhead, saudando-o. Como falei no início, foram muitos clássicos, como Sad But True, a clássica Welcome Home (Sanitarium). Um momento único do show foi a instrumental Orion, uma justa homenagem a Cliff Burton. Essa altura o sono chegava, mas não podia me entregar (risos), mas veio One, com seus “efeitos especiais”, fantástica. Teve a minha favorita, que mandou o sono para bem longe, Master Of Puppets, quase morri nesse momento, lembranças voltaram, isso é metal de primeira! Blackned também agrada a galera. Também tivemos a emocionante Nothing Else Matters. E chegava a hora da cidade do rock tremer, chegava Enter Sandman, que paulada, que baita clássico!
No tradicional bis, tocaram Am I Evil? do Diamond Head e Whiplash. Mas lembro-me ainda do show de Porto Alegre, tudo me volta à memória, e nessa hora sinto uma “raiva”, por não estar ali, presente nesse dia de mais rock no Rock in Rio. Mas ainda faltava Seek & Destroy, pensei: “se eu conseguir sobreviver após essa música, não morrerei tão cedo”, e digo: “sobrevivi e foi lindo!”. Um final inesquecível, apoteótico, com aquelas bolas infláveis gigantes, dando uma imagem fantástica ao show!
Esse foi o Metallica, fechou com chave de ouro o famoso dia do metal, e tá na hora do Sr. Medina ver quem faz a diferença, tá na hora de saber fazer as escolhas, o heavy metal e o rock são muito fortes no Brasil, e merecem um espaço bem maior, num festival da grandiosidade como o Rock in Rio. 
Agora é curtir os comentários, dividir com os amigos as opiniões, porque realmente foi um verdadeiro exército do metal, unidos para curtir as suas bandas favoritas, ou indo ao show, ou vendo na TV e acompanhando na internet, foi bonito de ver, tudo começou às 15hs e 30min do dia 25 de Setembro e terminou na madrugada do dia 26 de Setembro. Fica uma pergunta, sem radicalismo:
“Qual estilo de música consegue fazer isso?” Quem viu e presenciou, sabe a resposta! 




Fonte: Blog dos Feras