sábado, 23 de abril de 2011

[RESENHA] MOTÖRHEAD BRASILIA 22/04/2011

Por Willian Freitas,



A noite começa. Os relógios marcam 9:05 quase meia hora de atraso a banda que foi destaque na edição de 2004 do Porão do Rock, Galinha Preta formada em 2003 sobe ao palco com sua  formação: Vieira do PSul (voz e sampler), Missing e Hells (guitarra), Jonas (baixo) e Boro (bateria) para esquentar o público que estava um pouco quardando das energias para atração principal. Com quase meia hora de duração, a banda de Brasília do gênero: Grindcore , Hardcore e Punk toca as suas músicas agitando o público que vagarosamente enchia o ginásio.


Com grandes espetáculos Brasília já vem se acostumando com shows com qualidade. O Metal Planaltina Conferiu de perto uma das bandas que se tornou um dos grupos mais importantes do Heavy Metal. Com 34 anos na estrada MotorHead trás ao longo de sua carreira, Lemmy Kilmister (vocal e baixo), que foi roadie de Jimi Hendrix,  Phil Campbell (guitarra) e Mikkey Dee (bateria).  Já lançaram 27 discos e clássicos como “Ace of Spades”, “Bomber”, “Orgasmatron” e “Iron Fist”.Tocando pela primeira vez em Brasília MotorHead chega para nossa capital para saciar a vontade de tantas gerações e admiradores do rock.

Depois das 10:10, as luzes se apagam, e logo aparece os integrantes do MotorHead. A banda britânica se inicia ao som de "Iron Fist" e faz o ginásio do Nilson Nelson tremer. Em seguida vem "Stay Clean" e depois com a música “Get Back In Line” do primeiro single do álbum The World Is Yours, e depois da música "Rock Out" o guitarrista Phil Campbell faz algumas distorções incríveis, no finalzinho da "In the Name of Tragedy"  Mikkey Dee faz um show solo com sua bateria que impressionam os headbengs. Entre outros clássicos da banda a música "Going to Brazil" do álbum 1916 de 1991 (feita após a 1ª vinda da banda ao Brasil), e um dos momentos mais altos do show foi quando tocou a música "Ace of Spades" um clássico de 1980, faz a alegria dos fãs da banda que iniciou sua carreia na década de 70 e fazem ainda hoje vários jovens presentes cantarem junto com o que viram o MotorHead a 34 anos atrás. Com uma pequena pausa o show se encerra com "Overkill" do ano de 1979.

A última passagem do grupo aqui no Brasil foi quando divulgaram o álbum Motorizer, há dois anos! e agora com o álbum THE WORLD IS YOURS em 2011, esperamos que venha mais vezes aqui em Brasília para mais shows.

Fotos: Daniel Moutinho.

2 comentários:

Postar um comentário